Rev. Ildemar de Oliveira BerbertPastor Efetivo

    Minha história começa na cidade de Lajinha, MG, onde nasci no  dia 16 de maio de 1967, num lar crente, humilde e de zona rural. Filho de Celso e Joaci Berbert. Fui batizado ainda bebê como todo filho de Presbiterianos zelosos, pelo Rev. Cecil de Souza na IP de Mutunzinho. Sou a sexta geração de presbiterianos da família Berbert no Brasil. O quinto filho, sendo oito irmãos…

    Aos 6 anos de idade, ainda não sabia ler, mas já recitava o Salmo 117, e já dizia que seria um pastor. Professei a minha fé em Cristo Jesus aos 14 anos de idade na Igreja Presbiteriana de São José do Mantimento, com o Rev. Élito Heckert. Aos 19 anos o conselho da igreja me encaminhou ao Presbitério Leste de Minas para os exames de praxe e fui encaminhado para o seminário de Belo Horizonte, Rev. Denoel Nicodemos Eller em fevereiro 1988. Formei em Bacharel em Teologia em dezembro de 1991 e fui ordenado Pastor dia 01 de janeiro de 1992 pelo Presbitério Vale do Manhuaçu, e transferido para o Presbitério Vale do Caparaó, para pastorear a 2ª. IP de Carangola, MG, o que fiz por 9 anos. Casei com Cenilse Lima em outubro de 1997. Formei em Pedagogia e fiz pós-graduação em Filosofia neste período. Em maio de 2000 fui designado pastor da 1ª IP de Carangola e a pastoreei por 11 anos. Neste período Lecionei Filosofia e Sociologia no Seminário de BH por 2 anos. Nossa filha Ana Laura nasceu em novembro 2002. Fui provedor do Hospital Evangélico de Carangola por 8 anos e formei em Direito em 2009. Em janeiro de 2011 fui transferido para o Presbitério de Dourados e designado pastor da IP Central de Dourados, onde permaneço com alegria. Nesta jornada pude presidir alguns Concílios da Igreja, como os presbitérios Vale do Caparaó e de Dourados e o Sínodo Leste de Minas. O que mais gosto de fazer no ministério é Pregar a Palavra de Deus, dar aulas de Escola Dominical, atender as famílias no gabinete pastoral, participar dos Concílios da Igreja, casar os jovens e batizar as crianças.  Aprendi que no pastorado você é um servo de Deus e deve fazer o que Deus manda, jamais o que você quer ou o que o povo quer. Deus é santo e a sua vontade é boa, perfeita e agradável. Aprendi que não há nada mais importante do que a Igreja de Cristo nesta terra, e que a única alegria verdadeira e perene é a alegria da salvação. Encorajo os colegas de ministério a lutarem com amor e zelo a favor do rebanho por quem Cristo morreu.  Completo 26 anos de ministério pastoral com a mesma alegria de quando fui ordenado e sem nenhum rancor em minha alma, mas cheio de gratidão ao Trino Deus que me chamou ao ministério e me sustenta todos os dias. A Ele a glória Eternamente amém.